Chamamento para um Nodo Bioregional Galaico

nodeGarden5000

Este é um apelo a todos os coletivos e pessoas das terras da Galiza, Minho, Douro e Trás-os-Montes, bioregião do noroeste peninsular ibérico, que estejam a trabalhar de abaixo para a construção de uma outra outra sociedade para se somarem ao processo de fundação de um Bloco para a Revolução Integral.

Este documento apresenta uma proposta de dinamização do processo prévio à criação do Bloco para a Revolução Integral no contexto bioregional galaico. A proposta está dirigida àquelas pessoas que leram o “Chamamento a um encontro internacional para a criação do Bloco para a Revolução Integral” (http://integrarevolucio.net/) e estão interessadas em participar do processo.

1. O processo

Tal e como se descreve no Chamamento [internacional], antes do encontro [internacional] realizar-se-á um processo de conhecimento e debate. O objetivo e conhecermo-nos, gerar espaços comuns a nível local e regional, debater as bases e preparar o encontro. Este processo demorar-se-á o tempo que for preciso. Propõe-se realizar esta participação de pessoas e coletivos assim como a dinamização do grupo promoter em base a nodos locais.

2. O grupo promotor (internacional)

Funções do grupo promotor até a celebração do encontro:

  • Difundir o chamamento.

  • Fomentar e proporcionar as ferramentas para os nodos locais.

  • Dinamizar o processo de debate.

  • Gerir a página web http://integrarevolucio.net, os correios associados e o twitter @integrevolucio.

  • Dinamizar as diferentes propostas de possíveis datas e lugares para concretizar o encontro.

Quem pode participar do grupo promotor

Achamos que para simplificar e ser mais operativos é preciso que o grupo promotor esteja formado por pessoas que se possam encontrar presencialmente. Por enquanto esta tarefa está sendo assumida desde Barcelona. De qualquer jeito, se estás interessada em colaborar com a promoção ou tens alguma sugestão, escreve para info@integrarevolucio.net

As reuniões do grupo promotor terão lugar na primeira terça-feira de cada mês.

O grupo promotor está aberto às pessoas que partilhem as bases do chamamento.

3. Os nodos locais

Um nodo local é um grupo de pessoas da mesma região geográfica que se organizam para gerar um espaço local por volta das ideias de Revolução Integral e avançar para a criação do Bloco.

Propõe-se que a participação nos nodos locais seja a título pessoal, confiando em que nodos e coletivos estejas em contato

Proposta de funções dos nodos locais:

  • Difundir o chamamento a nível local e regional.

  • Realizar um encontro presencial de constituição do nodo.

  • Contatar com os coletivos e projetos locais afins às ideias de Revolução Integral.

  • Dinamizar processos de debate sobre as ideias de Revolução Integral a nível local.

  • Começar a gerar um quadro comum por volta das ideias de Revolução Integral em seu território.

  • Dar acesso à pessoas usuárias do nodo na rede social virtual (ver apartados a continuação).

Para a criação de um Nodo Bioregional Galaico

Para gerar um nodo é preciso:

  • Identificar e contatar com coletivos e grupos locais e regionais afins às bases da Revolução Integral.

  • Convocar um encontro com os coletivos e pessoas interessadas.

  • Confirmar que há suficientes pessoas dispostas a dar seguimento ao processo (mínimo proposto: 4 pessoas).

  • Informar ao grupo promotor [internacional] para que facilite as ferramentas.

PROPÕE-SE CELEBRAR O ENCONTRO PARA A CONSTITUIÇÃO DO NODO BIOREGIONAL GALAICO EM VIGO NO PRÓXIMO DOMINGO 16 DE JUNHO DE 2013

4. Espaços de debate

O objetivo é gerar debate por volta das ideias propostas entre as pessoas e coletivos afins. O objetivo é avançar nos debates das ideias, não discutir sobre as vírgulas e os pontos, procurar e conversar das ideias fundamentais.

Âmbitos de debate:

Propõem-se os seguintes âmbitos de debate:

1. Funcionamento do Bloco.

2. Objetivos do Bloco.

3. Bases ideológicas:

  • Umas relações humanas equitativas baseadas na liberdade.

  • Auto-organização e assembleias populares soberanas.

  • O comum, o público.

  • Uma nova economia baseada na cooperação e nas relações de proximidade.

  • Cooperar com a vida e com a natureza.

  • Como se pode fazer?

4. Quando, onde e como realizar o encontro (internacional).

De considerar-se que há temas que não ficam recolhidos nestes grupos de temas, poder-se-ão criar novos temas.

Espaço de encontro virtual

Criou-se o grupo IntegraRevolucio na rede social n-1 (https://n-1.cc/g/integra_revolucio). Procuramos que as contribuições ao debate sejam propostas maduradas e trabalhadas previamente, para evitar debates difusos e que se desviem do importante, construir concretizando e definindo umas Bases para a Revolução Integral.

O funcionamento proposto é o que se indica a continuação:

  • Acede-se ao grupo por convite.

  • Dentro do grupo IntegraRevolucio há dous grupos:

1) Organização territorial: Nodos

Dentro deste grupo haverá um grupo por cada nodo

2) Espaços de debate (por idiomas)

Dentro deste grupo haverá um grupo por cada idioma auxiliar.

  • O primeiro passo será participar num nodo dentro de “Organização Territorial”. Nos nodos gerar-se-ão os debates a nível local. Contata com o nodo mais próximo. Para criar um nodo entra em contato com o grupo promotor 1.

  • Quando sejas membro de um nodo virtual poderás aceder ao “Espaço de debate” dos idiomas auxiliares que desejes, fazendo a petição no grupo.

  • Para possibilitar a troca de informação entre os distintos debates por idiomas, estabelecer-se-ão algumas datas para que as administradoras de cada idioma resumam as principais deliberações e contribuições no seu idioma. Solicita-se que a administração de cada idioma garanta a tradução a como mínimo um dos três idiomas auxiliares: esperanto, inglês e/ou castelhano (e de ser possível aos três). Os administradores de outros idiomas podem traduzir as sínteses aos seus respectivos idiomas.

  • Define-se o dia 30 de junho de 2013 como primeiro momento de por em comum esta informação e segundo se desenvolva o processo definir-se-ão outras datas.

Espaços de debate físico

  • Propõe-se que se gerem espaços deliberativos, de troca de ideias e espaços formativos (como grupos de estudo-reflexão coletiva). Os nodos locais podem gerar estes grupos com o objetivo de debater sobre os eixos propostos e reforçar e ampliar experiências a nível local para começar a gerar um espaço por volta da Revolução Integral a nível local.

  • Recomenda-se transferir as conclusões ou deliberações do espaço local ao espaço virtual para partilhar com o resto de pessoas implicadas no processo.

cropped-gallaecia_1600.jpg

[1]  Este mapa é para facilitar o contato entre pessoas do mesmo território que queremos participar na criação do bloco: http://integrarevolucio.crowdmap.com Para se inscrever no mapa, há que escolher “Submit a report” e nos campos obrigatórios escrever o nome de contacto (no título do “report”), o correio eletrónico (na descrição) e uma página web de referência da tua localidade.
Anúncios